Artigos

Vestir uma Roupa de Surf Altera o Movimento da Extremidade Superior durante a Simulação de Prancha de Surf

Autores:
  • Nessler J.A. e col.
Estudo de média relevância
Artigo na íntegra

Fonte: November 9, 2015 – https://doi.org/10.1371/journal.pone.0142325 

Objetivo: avaliar os efeitos do uso da roupa de neoprene na ativação muscular, movimento das extremidades superiores, freqüência cardíaca e consumo de oxigênio durante a simulação da remada numa prancha de surf realizada num laboratório.

Métodos: doze surfistas recreativos do sexo masculino, realizaram duas provas de remada com uma carga de trabalho constante em um ergômetro de bancada de natação com e sem roupa de neoprene. Dados cinemáticos e EMG foram obtidos do braço direito por meio de captura de movimento, e o consumo de oxigênio e a frequência cardíaca foram registrados com um carrinho metabólico e um monitor de freqüência cardíaca.

Resultados: usar a roupa não teve efeito significativo no consumo de oxigênio ou na frequência cardíaca. Um aumento significativo na ativação EMG foi observado no deltóide médio, mas não em nenhum dos outros músculos do ombro avaliados. Finalmente, a entropia aproximada e as estimativas do expoente máximo de Lyapunov aumentaram significativamente para a trajetória vertical do pulso quando a roupa de neoprene foi usada.

Conclusão: os resultados sugerem que uma roupa de 2 mm tem pouco efeito no custo de energia da remada em cargas de trabalho mais baixas, mas afeta o movimento do braço. Essas alterações podem ser o resultado de maior acuidade proprioceptiva devido à compressão mecânica do traje de neoprene.

Opinião SID: 🤙🤙🤙. Estudo realizado em ambiente controlado, porém mostra como a roupa pode exercer influência biomecânica da remada.

Dica SID: pesquise bem sobre a temperatura do local onde vai usar a roupa antes de comprar. Atente-se a espessura, durabilidade e conforto. Ao vesti-la quando for surfar, certifique-se que a mesma esteja bem vestida, ajustada e coaptada no corpo.